sábado, 16 de maio de 2020

Duas palavras desaparecidas(ou escondidas) no meio político: confiança e credibilidade

Resultado de imagem para charges de politicos corruptos | Piadas

Por Rafael Jácome

Nos últimos tempos as pessoas conseguem entender o porquê do meio político ser tão "nojento" e "sujo", que provoca arrepios em apenas falar. A repulsa em acreditar nas "promessas" dos políticos, é algo também que beira à imoralidade, isto mesmo: um sarcasmo itinerante! Existem no nosso vocabulário duas palavras importantes: confiança e credibilidade e, neste meio, restam poucos. 

Pouco se fala ou se comenta sobre confiança, credibilidade e política. O contexto histórico, político e social do Brasil nos trás más recordações: golpes, traições, corrupções, frustrações e poucas prisões. A mídia apresenta as notícias com seus fascínios, onde o cerne de tudo, entre outras coisas, está na crise de confiança e credibilidade e muitos consideram um processo irreversível.

Isto tem gerado um caos na nossa democracia e para à nação. Ainda mais: acarreta custos muitos pesados para o povo brasileiro. É preciso mudança! É urgente, mesmo no caos político que vivemos, ter a mínima possibilidade de que alguém (ou algo) seja acreditado.
 
Temos que acreditar que algo pode acontecer e confiarmos naqueles que são honestos, consistentes, sinceros, naqueles que mantêm suas promessas, naqueles que são fiéis a seus compromissos, naqueles que não traem, esses são considerados credíveis e não foram exterminados, talvez escondidos.

                        Rafael Jácome

Nenhum comentário: