quarta-feira, 20 de maio de 2020

Por favor, não atire!

ARMA FLOR | cliente » PROJETO PESSOAL proposta » ILUSTRAÇÃO … | Flickr
Por Rafael Jácome

Diante dos altos índices  de homicídios e violências no país, presenciamos um fato incontestável: tirar a vida de alguém ou a sua própria, tornou-se um ato banal. Pessoas perdem o senso do diálogo e, num ato selvagem e desumano, apelam para a própria ignorância humana. Motivos financeiros, pessoais, dívidas, intrigas, traições, doenças,.. nada pode tirar o direito da sobrevivência humana.

O coração do homem está duro e avesso ao diálogo e a serenidade que são fontes de riquezas para todos que querem os seus direitos respeitados. Serenidade é saber agir com amor e paciência, sendo guiados pela justiça. Diálogo é testemunhar a vivência em nossas vidas da paz, concórdia e harmonia em comunhão com o próximo. Em ambas fontes não existe o espaço para violência. 

Pare, respire e fuja, se necessário, em situações adversas ou ameaçadoras ao controle das suas emoções.

Por favor não atire! Não deixe prevalecer a dureza do seu coração, mas, ao diálogo e a serenidade de quem verdadeiramente ama a vida sobre todas as coisas. 


Um comentário:

Unknown disse...

Parabens amigo pela materia escrita!