sábado, 23 de maio de 2020

Violência contra a mulher: no RN cresce e no Pernambuco diminui

Foto: Diego Nigro/Acervo JC ImagemNo 

Por Rafael Jácome


A violência doméstica é uma realidade preocupante, tendo em vista os altos índices de criminalidade. No Rio Grande do Norte nos casos de crimes contra a mulher houve  aumento de 258,7%, levando em consideração o mesmo período do ano passado. O isolamento social é citado como um fator de risco, contribuindo para elevar estes índices. No entanto, em outros estados do país ocorreu uma queda contínua no Boletins de Ocorrência, desse tipo de crime.

Apesar de as entidades sociais apontarem para um aumento da incidência da violência doméstica contra a mulher durante o isolamento da pandemia do novo coronavírus, em alguns estados do país ocorreu uma queda contínua no número de boletins de ocorrência (BO) desse tipo de crime no período de quarentena.

Em Pernambuco, por exemplo, no mês de  abril houve um recuo de 25,45% em relação a mesmo mês do ano passado. Se comparado março de 2019 e o mesmo período em 2020, a baixa foi de 22,18%. As informações são da Secretaria de Defesa Social (SDS-PE).

Na Justiça, o cenário se reverteu no declínio de medidas protetivas de urgência. Entre 16 de março e 21 de maio de 2019, 2.948 recursos foram solicitados e 2.768 concedidos. No mesmo intervalo de tempo este ano, os números retraíram para 2.191 e 2.085, respectivamente, de acordo com o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

Nenhum comentário: