quinta-feira, 25 de junho de 2020

Álvaro Dias: sem algo novo, é vitória consumada no primeiro turno.

Álvaro Dias ataca o “feio” para tornar possível uma linda vitória

Por Rafael Jácome


Sem novidades no cenário político caminhamos para um pleito eleitoral definido no primeiro turno da campanha de prefeito da cidade de Natal. Nesse período de pandemia  a avaliação da administração de Álvaro Dias, apesar das muitas dificuldades e alguns vexames, está em crescimento. 

A oposição ainda não demonstrou forças para impedir sua vitória. Temos visto pouco empenho para unir forças opositoras a gestão de Álvaro e, bem menos, a criação de um discurso que possa emplacar uma derrota ao mesmo. Enquanto não ocorrer uma união na esquerda e um encaminhamento de propostas conjuntas para enfraquecer o mandato do atual prefeito, ele vai continuar navegando em mares tranquilos. A questão é que a esquerda está enfraquecida: terá forças para mudar o cenário? Será difícil, mas, não impossível!

O projeto de Hermano Morais pifou! O nome do PT é fraco, o do Partido Verde não assombra, o PSC do Coronel Azevedo é azedo e não sensibiliza, e os demais candidatos apresentados ainda não provocaram reações para mudanças no cenário e não encontraram discursos impactantes, nomes fortes, aliados, estratégias, ... necessitam de organização. Mas, tem Bolsonaro que vem quente! Não comove.

Tem que ocorrer algo de novo tipo traições, escândalos, ou coisas parecidas com uma "rasteira", caso contrário, ele continuará firme no seu antigo slogan do Seridó, mas adaptado a realidade atual: "Natal de cabeça erguida!".

Todos sabem disso mas, quem poderia reverter a situação, continua focando suas campanhas individuais ou partidárias em detrimento de um projeto novo para a cidade. Eis a questão: quem comandará esse novo projeto? Qual o nível de credibilidade? Qual sua confiabilidade quando já estamos em plena campanha e ninguém apresentou um projeto sequer?

Se todos sabem, Álvaro também sabe! E ele não é imbecil para provocar mudanças ou perder o controle da nau. Os vereadores aliados, que não são bobos, correm para o Palácio Felipe Camarão porque já entenderam que é o melhor caminho. 

O povo natalense está atento. Os moradores da Zona Norte sofrem com muitos descasos da administração municipal. De lá poderá vir uma grande surpresa caso ocorra uma união das suas lideranças. Os analistas avaliam como uma tarefa difícil, tendo em vista que muitas delas e vários pré-candidatos a vereadores já estão comprometidas no projeto de Álvaro. É aguardar algo novo, senão, é vitória consumada no primeiro turno.