segunda-feira, 6 de julho de 2020

É possível falar de Deus na sociedade contemporânea?



Fonte: Revista IHU
Adaptação: Rafael Jácome

Para o doutor em Teologia e sacerdote dominicano nascido no México, Carlos Mendoza-Álvarez, “um modelo pós-moderno de Igreja ainda está no início, começa-se a ver os seus sinais, tais como uma autoridade compartilhada, um reconhecimento da diversidade de carismas e de funções, comunidades de equidade de gênero e de profundo cuidado com a mãe terra, celebrações sacramentais inculturadas, teologias contextuais que dão conta da experiência de salvação de cada cultura e época, para citar somente algumas das grandes matérias pendentes para uma reforma eclesial”. Ele fez esta e outras afirmações na entrevista que concedeu por e-mail para a IHU On-Line, onde também declarou que “o novo milênio do cristianismo tem diante de si enormes desafios, tais como recuperar a harmonia entre a razão em seus próprios limites e da fé como conhecimento silencioso do real, sem competir pela predominância de uma sobre a outra”.

A contemporaneidade pode ser "uma grande oportunidade para voltar às fontes das grandes tradições sapienciais e espirituais da humanidade. Alguns falam de retorno da religião; outros, de regresso da espiritualidade. Eu prefiro dizer que se trata da humanidade altamente sensível à esperança", afirma o teólogo mexicano.

Carlos Mendoza-Álvarez se formou em Filosofia, pela Universidade Autônoma do México, e fez doutorado em Teologia, em Paris e Friburgo (Suíça). Acompanhe a entrevista na Revista IHU: http://www.ihu.unisinos.br/159-noticias/entrevistas/514111-e-possivel-falar-de-deus-na-contemporaneidade-entrevista-especial-com-carlos-mendoza-alvarez

Nenhum comentário: